Jovem Missionário é ordenado diácono em Boa Vista, Roraima

Gianfranco Graziola, imc

Numa tarde de sol a comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, da Área Missionária do Caranã, na periferia de Boa Vista, capital do Estado de Roraima, extremo norte do Brasil, acolheu a ordenação diaconal do Missionário da Consolata, Corrado Giovanni Dalmonego.

Significativa foi a presença das comunidades da área, de missionários e missionárias da Consolata, entre eles o padre Pietro Plona, da Região do Brasil, pregador do retiro das missionárias e também de numerosos membros das congregações religiosas, Missionários Combonianos, Irmãos Maristas, Filhas da Caridade, Irmãs da Providência de GAP, Servas do Espírito Santo, a Comunidade Intercongregaciol da CRB, padres diocesanos e Fidei Donum, o diácono Fabrício, da equipe missionária de Brasília que toma conta da paróquia de Caracaraí e o diácono permanente Augusto Monteiro.

Dom Roque Paloschi, Bispo de Roraima presidiu a celebração. Após a proclamação das leituras se dirigiu aos presentes lembrando como as nossas comunidades são chamadas a ser comunidades eucarísticas aonde é partilhado o verdadeiro pão, o pão da vida que é Jesus. Em seguida, dirigindo-se ao próprio Corrado e lembrou alguns pontos importantes para responder e exercer a missão de diácono, como a obediência, sinal de total disponibilidade ao projeto de Jesus e do Reino, a pobreza, como desapego e caridade em favor dos mais pequenos, dos excluídos, dos empobrecidos por um sistema de egoísmo e ganância, a castidade como amor vivido na totalidade de uma doação total a todos até a consumação final. Finalizando os seus conselhos, dom Roque, recordou ao Corrado a importância da oração convidando-o, no momento da provação, a olhar a cruz, sinal e síntese de um dom de serviço e amor total, sem limites.

Significativo foram também os dons que as comunidades levaram ao altar na apresentação das oferendas: sal, água, terra, uma plantinha e um par de sandálias, lembrando as carateristicas da missão e sobretudo o serviço.

O neo diácono Corrado é italiano, estudou teologia em São Paulo e no momento, trabalha na Missão Catrimani, junto aos índios Yanomami. Ele escolheu como lema de seu ministério o texto do Evangelho de Marcos, "... O filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por todos" (10,45.

 

Fonte: Revista Missões

Deixe uma resposta

13 − quatro =