Ataque à catedral nas Filipinas deixa mais de cem vítimas

Duas bombas explodiram com poucos minutos de diferença durante a celebração da Missa na Catedral de Jolo, região sul das Filipinas, deixando ao menos 20 mortos e 111 feridos.

Por ACI Digital

atentado_Igreja_Catolica_Filipinas

Segundo relatos de Associetad Press (AP), algumas testemunhas dizem que a primeira explosão ocorreu dentro da catedral, o que levou os fiéis a debandarem em direção à porta principal.

A segunda bomba explodiu um minuto depois e deixou números mortos e feridos. De acordo com fontes policiais, o segundo explosivo parece ter sido colocado em uma motocicleta estacionada perto da catedral.

Segundo testemunhas, a primeira explosão destruiu alguns bancos de madeira e vidros, enquanto o impacto da segunda bomba causou inúmeras mortes e danos materiais que se espalharam pela praça em frente à Catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo.

Até o momento, nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado, que aconteceu quase uma semana depois que uma minoria muçulmana nas Filipinas, onde a maior parte da população é católica, respaldou a criação de uma nova região autônoma no sul do país para terminar com quase 50 anos de uma rebelião separatista.

Embora a maioria das regiões muçulmanas tenham aprovado o acordo de autonomia, a província de Sulu, onde está Jolo, rejeitou.

Fonte: ACI Digital

Deixe uma resposta

14 − 14 =