Diocese de Mogi das Cruzes (SP) ganha santuário dedicado à misericórdia

A igreja é administrada por moradores e religiosas da Congregação Servas do Amor Misericordioso

Captura de Tela 2015-12-09 às 08.55.49

Por CNBB, com diocese de Mogi das Cruzes (SP)
Foto: Google

O bispo diocesano, dom Pedro Luiz Stringhini, presidirá missa de elevação da paróquia Cristo Amor Misericordioso à condição de Santuário, hoje, 8, às 19h30. A cerimônia está em sintonia com a abertura do Jubileu Extraordinário da Misericórdia - Ano Santo da Misericórdia, proclamado pelo papa Francisco.

A diocese passará a ter três santuários diocesanos, sendo o Senhor Bom Jesus (Igreja São Benedito), Sagrado Coração de Jesus e Cristo Amor Misericordioso. A igreja que será elevada a Santuário foi consagrada pelo então bispo diocesano, dom Paulo Mascarenhas Roxo, em 21 de novembro de 1999 e, pertence à paróquia Imaculado Coração de Maria, do bairro Jardim Universo, em Mogi das Cruzes (SP).

Atualmente é administrada pela Congregação Filhos do Amor Misericordioso (FAM). A comunidade nasceu há mais de 30 anos com a colaboração dos moradores e das religiosas da Congregação Servas do Amor Misericordioso (SAM).

Acolhida e perdão

Na mensagem por ocasião da abertura do Ano da Misericórdia, o papa Francisco recordou a importância das catedrais e santuários estarem abertas para acolher os fieis em oração.

“Para viver e obter a indulgência os fiéis são chamados a realizar uma breve peregrinação rumo à Porta Santa, aberta em cada Catedral ou nas igrejas estabelecidas pelo Bispo diocesano, e nas quatro Basílicas Papais em Roma, como sinal do profundo desejo de verdadeira conversão”.

Fonte: CNBB

Deixe uma resposta

dezesseis − três =