Dom Helder: Grande Demais

Geovane Saraiva *

Belo e maravilhoso no escritor, ao escrever, é colocar o que tem dentro de si para fora: suas fantasias e suas idéias. Aquilo que tem na mente e no coração, ele revela e manifesta. Assim, também, é com os autores sagrados que escreveram as Sagradas Escrituras. Há tanta coisa bonita e, com muito exagero, tem-se a impressão de se ir além do sagrado.

O último versículo do Evangelho de São João afirma que o que Jesus realizou, neste mundo, é belíssimo e se tudo fosse escrito em livro algum caberia. O milagre da multiplicação dos pães (Mt 14, 13-21), finda dizendo: Os que comeram dos cinco pães e dos dois peixes eram cinco mil homens sem contar mulheres e crianças. Estudiosos da Palavra de Deus acham um exagero, para aquele tempo, essa quantidade de pessoas.

Deus fez o homem com uma imaginação fértil e criadora e o chamou para participar da sua natureza divina. Aí está sua grandeza. A terra tornou-se pequena para caber a pessoa humana, grande em todos os sentidos.

Padre Manfredo Oliveira, cidadão de Limoeiro do Norte, um dos maiores filósofos da atualidade, foi extraordinário, com seu grande coração e sua fantasia, quando afirmou que Dom Helder não cabia dentro da Igreja. Ele quis enaltecer os dons, os talentos e a inteligência do pastor dos empobrecidos, que soube perceber todas as novidades e os desafios do século XX e colocá-los no seu coração, procurando dar-lhes uma resposta.

O Cardeal Lorscheider dizia que Dom Helder foi um corifeu com visão futurística e com grande influência, muito respeitado e inquieto como uma barata tonta. Sua tribuna foi sua sabedoria em agir e articular nos bastidores com uma oratória vibrante e com gestos rasgados que sensibilizavam e arrebatavam as multidões.

Tudo isso fazia por seu amor acendrado à Igreja. Ele mesmo dizia: Abandonar a Igreja seria o mesmo que abandonar o seu próprio corpo. Por isso devemos acolher tudo o que se disse e o que, ainda, irão dizer deste homem tão amado por Deus. Ele é grande demais! De fato, a Igreja é pequena para caber Dom Helder.

* Geovane Saraiva é sacerdote da arquidiocese de Fortaleza, pároco da paróquia Santo Afonso.

pegeovane@paroquiasantoafonso.org.br

Fonte: www.paroquiasantoafonso.org.br

 

Deixe uma resposta

um + nove =